(55) 3028.6888 | (51) 3723.1502

Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre saúde ambiental.

Ratos têm hábitos noturnos e costumam fugir da presença de humanos. Por isso, é difícil encontrá-los ao vivo no dia a dia, mesmo em locais densamente povoados por essa praga.

Como os roedores podem contaminar alimentos e transmitir doenças, você precisa aprender a identificar sinais de infestação. Quanto antes houver suspeita de problemas, mais cedo pode-se chamar ajuda especializada, o que diminui prejuízos.

Sinais de infestação por ratos

– Roeduras: As marcas deixadas pelos ratos são ranhuras paralelas. Os animais precisam manter seus dentes afiados e, portanto, roem diversos materiais, da madeira ao concreto. É comum encontrar esses indícios em rodapés, quinas de móveis, fiações elétricas, caixas de papelão, tecidos, potes plásticos e alimentos – especialmente frutas e cereais.

– Manchas: Os roedores se habituam a traçar os mesmos caminhos, quando buscam comida. Assim, podem deixar um rastro de sujeira e gordura pelos espaços onde circulam. Paredes, móveis e outros objetos com coloração adulterada podem levantar suspeita de infestação.

– Pegadas: Esse é um sinal bastante óbvio da presença de animais num recinto. Os vestígios são mais visíveis em ambientes empoeirados, como sótãos e depósitos. Caso haja desconfiança de que ratos andaram atacando a mercadoria, uma dica é polvilhar farinha sobre a área e tirar a prova no dia seguinte.

– Fezes: Os excrementos variam de tamanho conforme a espécie do bicho. Em geral, são escuros e têm formato cilíndrico, podendo medir de três a seis milímetros. A presença se torna mais frequente à medida que a ninhada aumenta. Os pontos mais corriqueiros são armários, cantos com entulho e a parte inferior dos móveis.

– Barulhos e odores: Se o bando crescer demais, ouvem-se com mais facilidade ruídos característicos, principalmente à noite. Já o cheiro desagradável pode ser decorrente tanto da urina quanto da decomposição de roedores mortos.

O que fazer em caso de infestação por ratos

Alimentos com sinais de roeduras devem ser descartados imediatamente. A saliva dos ratos pode conter bactérias nocivas, que contaminam a comida.

Ao encontrar um animal sem vida, vista luvas de borracha e máscara antes de manuseá-lo. Use vassoura e pá para transferi-lo a uma sacola plástica. Vede o saco e jogue-o no lixo. Em seguida, tome banho para eliminar quaisquer resquícios de pelos.

O procedimento de controle de ratos deve ser conduzido por uma equipe especializada, que cumpra normas de segurança ambiental e ofereça garantia dos serviços. Entre em contato com a Desinservice e faça um orçamento. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul. Fones: (55) 3028.6888 / (51) 3723.1502.