(55) 3028.6888 | (51) 3723.1502 | (55) 99905.3373

Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre saúde ambiental.

Elas estão no imaginário popular. Nos filmes de terror e nos games, as plantas carnívoras são uma ameaça a qualquer animal. E a ficção até que tem um pouco de realidade, pois certas espécies conseguem se alimentar de rãs e pássaros.

A boa notícia é que a maioria delas não passa de alguns centímetros de altura. Sendo assim, as presas são criaturas igualmente pequenas. Não há risco para humanos ou bichos de estimação. Porém, é de se pensar se um vegetal do tipo serviria para eliminar insetos do ambiente. Continue conosco e tire suas dúvidas.

Como as plantas carnívoras se alimentam

A principal fonte de energia de toda planta é a fotossíntese. Ou seja, ela precisa apenas de água e luz do sol para sobreviver.

No entanto, há uma diferença entre as margaridas que você cultiva no quintal de casa e as plantas carnívoras. Essas últimas vingam em solo com poucos nutrientes. Por isso, precisam “complementar a dieta” com outros seres vivos.

O mecanismo de captura é engenhoso. Algumas espécies atraem pequenos animais utilizando-se de cores vivas e odores específicos – pode ser tanto um aroma doce quanto cheiro de carniça. Depois, elas prendem moscas, mosquitos e aranhas em uma armadilha. Em seguida, completam o processo de digestão.

Um dos exemplares mais famosos é a dioneia, ou vênus papa-moscas (Dioneae muscipula). Ela possui folhas denteadas que se assemelham a uma boca. Quando a vítima se aproxima, a estrutura se fecha.

Já as plantas do gênero Nepenthes são alongadas. O bicho desliza pelas paredes da flor e cai numa urna com líquido digestivo. As do gênero Drosera, por sua vez, contêm uma substância pegajosa chamada mucilagem, na qual os insetos se grudam sem conseguir escapar.

Após o bote, a refeição acontece lentamente. Certas plantas carnívoras demoram até 12 dias para digerir o alimento por completo. Além disso, elas têm vida útil relativamente curta. O ciclo se encerra após uma dezena de capturas, mais ou menos.

Como eliminar insetos do ambiente

Em resumo, não adianta ter um jardim de dioneias e achar que as plantas carnívoras vão eliminar insetos. Pelo contrário: é capaz de a plantação atrair ainda mais moscas e mosquitos para o ambiente.

A solução contra animais indesejados é o controle de pragas, também conhecido como dedetização. O manejo correto das substâncias químicas mantém o local protegido por até quatro meses.

Para garantir a eficácia do procedimento, conte com ajuda especializada. Os profissionais são treinados para realizar o serviço conforme normas de segurança ambiental. Assim, você garante o bem-estar de pessoas e animais de estimação.

Confie nos mais de 30 anos de experiência da Desinservice. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul. Fones: (55) 3028.6888 / (51) 3723.1502.