(55) 3028.6888 | (51) 3723.1502

Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre saúde ambiental.

O verão vai chegar ao fim. E quando isso acontecer, lembre-se de cuidados para que sua casa na praia continue em ordem. Se você só irá retornar meses ou até um ano depois, ao reabri-la, algumas típicas situações desagradáveis podem surgir. Vamos analisar algumas?

1. Mofo

Após tanto tempo fechada, ao abrir a casa, não tem jeito: o cheiro de umidade estará impregnado. E para dar um jeito no mofo, se for o caso, é necessário tomar certos cuidados. Um problema de fungo nas paredes pode ser grave e é melhor procurar ajuda qualificada.

2. Água acumulada com larvas

A primeira coisa que vem à cabeça é: dengue. E é preciso estar atento mesmo. No pátio de uma residência há muitos tipos de recipientes que podem acumular água e servir de criadouro para mosquitos, como vasos, por exemplo.

3. Móveis empoeirados

Não se trata apenas de sujeira. Quanto mais pó espalhado pelos imóveis, maior a probabilidade de sofrer com alergias e problemas respiratórios, causados pelo acúmulo de acáros – que, aliás, são apaixonados pela poeira.

4. Insetos

O clima quente e úmido de uma casa fechada por longo período vai favorecer a reprodução de insetos. Além do incômodo de se deparar com figurinhas conhecidas como baratas, aranhas e formigas, insetos podem trazer doenças.

5. Mau cheiro

É o clássico e característico “cheiro de coisa guardada” ou de “lugar fechado”, que resulta da pouca ventilação ou luminosidade. E em uma cidade de praia o problema é ainda recorrentemente com o problema devido à alta umidade do ar.

VAMOS DAR UM JEITO NISSO?

Todos esses problemas podem ser resolvidos com nossos serviços de controle de pragas, que combatem os insetos, de sanitização, que acaba com o mofo, e o ozonizador, para dar fim ao mau cheiro.

A Desinservice está a postos para identificá-los e solucioná-los. Entre em contato e conheça nossos serviços, que vão do controle de pragas à qualidade do ar. Atendemos em todo o Estado do Rio Grande do Sul.