Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre saúde ambiental.

Se você sofre de rinite, asma ou outro problema respiratório, sabe como a primavera pode ser uma época terrível. O pólen no ar atinge as vias aéreas, causando ataques de espirro intermináveis. Porém, não são apenas as flores que prejudicam sua saúde. Existem microrganismos igualmente capazes de piorar o quadro alérgico.

Estamos falando das bactérias e dos fungos. Esses seres são invisíveis a olho nu, mas estão por todos os lados – no quarto, na cozinha e até na garagem. Sem o devido controle, as colônias se multiplicam pelo ambiente, podendo contaminar sua casa e transmitir doenças. Para evitar transtornos, é preciso recorrer à sanitização.

Hoje vamos explicar por que esse procedimento é tão necessário em sua residência. Já adiantamos uma informação: apenas a faxina não é suficiente para eliminar os intrusos. Continue conosco e tire suas dúvidas.

O que é a sanitização de ambientes?

A sanitização é um serviço especializado na remoção de agentes patógenos. Tratam-se de ácaros, bactérias, fungos e demais criaturas que possam desencadear enfermidades. O trabalho serve para purificar as superfícies, tornando o local livre das ameaças invisíveis.

Quais são os benefícios da sanitização de ambientes?

A sanitização serve para você respirar melhor. Após o procedimento, o ar de sua casa fica muito mais leve. Isso porque não há mais uma alta concentração de microrganismos alérgenos, como fungos e ácaros.

Saiba mais: Proteja-se da rinite alérgica com estas dicas simples

Além da sensação de bem-estar, é bom destacar os benefícios materiais do procedimento. Vale lembrar que o mofo é um tipo de fungo que deteriora roupas e móveis. Ele é encontrado principalmente no interior de armários, atrás de sofás e em outras áreas com baixa luminosidade. Pois a sanitização ajuda a combatê-lo.

Por fim, existe a questão sanitária. Bactérias, vírus e outros parasitas podem transmitir doenças. Imagine uma colônia desses seres em sua cozinha: eles podem contaminar os alimentos!

Se os espirros da rinite são incômodos, imagine os sintomas da gastroenterite. Eles envolvem dor de barriga, febre, diarreia, vômito, desidratação… Sua família não merece tamanho sofrimento, né? Portanto, é necessário eliminar as bactérias causadoras desse mal.

Por que recorrer à sanitização profissional?

A sanitização existe porque a limpeza com vassoura e detergente não remove os agentes patógenos. Uma faxina tira a sujeira mais grossa, é verdade. A sala fica limpa e até perfumada, dependendo do produto que você use. Contudo, esses recursos não são o bastante para acabar com os microrganismos mais resistentes.

Bactérias se multiplicam de forma acelerada. Ácaros sobrevivem no interior de almofadas, colchões e travesseiros. Fungos adoram umidade, então volta e meia reaparecem na cozinha ou no banheiro. Ou seja, fica praticamente impossível combater as ameaças utilizando métodos comuns.

As substâncias químicas empregadas na sanitização garantem maior eficácia. Só que apenas equipes profissionais têm acesso a elas.

Saiba mais: Superbactérias são um perigo à saúde

Como a sanitização de ambientes é feita?

A sanitização de ambientes consiste na aplicação de uma substância química nas paredes, no teto, no piso e no mobiliário da residência. O produto sanitizante forma uma película protetora que dificulta a proliferação dos micróbios. Essa solução não é inflamável nem corrosiva, sendo considerada livre de riscos.

Ainda assim, a equipe responsável pela tarefa deve seguir normas de segurança. A lista inclui o uso de equipamentos de proteção individual adequados e o isolamento do perímetro. Em outras palavras, somente os profissionais autorizados podem ter acesso aos cômodos que estejam passando pela sanitização.

É necessário sair de casa durante a sanitização?

Não exatamente. Como dito acima, a sanitização demanda o isolamento da área por medida de segurança. No entanto, o trabalho pode ser escalonado, isto é, feito em etapas.

Essa estratégia é muito comum em condomínios residenciais. Num dia, os profissionais sanitizam o salão de festas. Na manhã seguinte, partem para o espaço fitness ou para a portaria, de modo que o impacto na rotina dos moradores seja mínimo.

A duração do serviço depende do tamanho do local. Quanto maior a área, mais tempo a equipe levará para concluir a sanitização.

Feito o procedimento, basta aguardar algumas horas. O ambiente já estará pronto para ser reocupado tanto por pessoas quanto por animais de estimação. Na dúvida, consulte o manual de recomendações da empresa.

Saiba mais: Seu imóvel está dando prejuízo? Veja dicas de manutenção

O efeito da sanitização dura quanto tempo?

Depende. Em estabelecimentos com grande circulação de pessoas, a incidência de fungos e bactérias tende a ser maior. Afinal, todos nós carregamos microrganismos no nosso corpo e espalhamos esses seres por onde quer que a gente passe. Assim, lojas e indústrias podem precisar da sanitização com mais frequência.

Outro ponto é que a substância sanitizante tem vida útil limitada. Ela perde o efeito depois de algumas semanas.

Por isso, recomenda-se a renovação do serviço a cada três meses. Esse cuidado reduz significativamente os ataques de espirro e os demais problemas causados por microrganismos.

Importante: baratas e formigas também carregam agentes patógenos de um lado para outro. Para assegurar ainda mais proteção à sua família, invista no controle preventivo de pragas, conhecido como desinsetização ou dedetização.

Saiba mais: Tiramos 8 dúvidas sobre dedetização de ambientes

Existem outros procedimentos de sanitização?

Sim. A sanitização de colchões, tapetes e estofados é um procedimento especialmente desenvolvido para a remoção de ácaros. Nesse caso, utiliza-se um fluxo de ar poderoso, associado a sete etapas de filtragem.

O aparelho usado nesse serviço também limpa resíduos e elimina bactérias. Ele auxilia na higienização profunda de camas, berços, lençóis, almofadas, travesseiros, carpetes, poltronas, cortinas e outros móveis. O resultado são objetos com mais durabilidade e que não representam risco à saúde.

Já a sanitização de ar-condicionado colabora com a manutenção desse equipamento. Ela deve ser feita a cada seis meses para remover agentes patógenos, o que preserva a integridade da máquina e melhora a qualidade do ar na sua residência.

Quem realiza sanitização no Rio Grande do Sul?

A Desinservice possui uma equipe altamente qualificada para a sanitização de sua casa. Nós seguimos rigorosos protocolos de segurança. Junto a isso, utilizamos a mais alta tecnologia no combate a fungos, bactérias, ácaros e outros seres indesejados.

Conte conosco para acabar com os espirros e o funga-funga. Entre em contato e solicite um orçamento para sanitização de ambientes. Fones: (55) 3028.6888 / (51) 3723.1502. Whatsapp: (55) 99905.3373. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios