Blog Desinservice

Novidades e conteúdo exclusivo sobre saúde ambiental.

Como lutar contra um inimigo invisível com o potencial de parar o mundo inteiro e causar o colapso de sistemas de saúde e de economias por todo o planeta?

Após 4 meses do primeiro caso de coronavírus, os governos e órgãos de saúde de todo o globo tentam combinar medidas preventivas para frear a contaminação e criar um ambiente seguro para a retomada das atividades rotineiras – totalmente afetadas pela pandemia – até a criação de uma vacina ou a descoberta de um tratamento eficaz.

Se você assistiu a pelo menos um noticiário durante esse período, deve ter visto homens de uniforme pulverizando um líquido em algum ambiente enquanto a reportagem falava sobre iniciativas para combater o coronavírus. A sanitização de ambientes funciona dessa maneira, com a pulverização de um produto especial nas superfícies para eliminar vírus, fungos, bactérias e outros microrganismos que estão no local.

Confira a seguir 5 locais em que a sanitização deveria ser realizada com frequência para proporcionar um ambiente saudável e seguro para as pessoas.

Mas atenção: existem formas e ambientes adequados para usar cada produto! Você ficaria feliz com uma solução de água sanitária sendo pulverizada nos seus móveis, cortinas e roupas de cama? Ou gostaria que produtos corrosivos tivessem contato com os equipamentos do seu escritório? Claro que não!

Por isso a importância de ter profissionais para prestar esse serviço com todo o cuidado necessário.

Em quais locais a recomendação para sanitização é ALTA?

1. Hospitais e clínicas de saúde

Todos os estabelecimentos de saúde são as indicações mais óbvias para “Sanitização Obrigatória” e o motivo é muito simples: é ali onde haverá a maior concentração de pessoas doentes e com potencial de contaminação e contágio.

A circulação de pessoas portadoras da COVID-19 pode deixar, por onde elas passam, algum resquício do vírus, até mesmo nos equipamentos de proteção individuais (EPIs) dos profissionais da saúde. Considerando isto, uma inovação fundamental para os hospitais é o Túnel de Sanitização de Pessoas: uma cabine que pulveriza o produto sanitizante por todo o corpo, de forma a eliminar agentes contaminantes que estejam na pele, nas roupas, no cabelo e nos EPIs utilizados.

Ao deixar o Túnel, o profissional está descontaminado e pode fazer um atendimento seguro. A Desinservice trouxe essa inovação para o Estado do RS e já está fornecendo para hospitais e indústrias, principalmente. Clique aqui para solicitar um orçamento ou saber mais!

Os hospitais, clínicas e postos de saúde ainda enfrentarão um aumento dos casos de coronavírus por alguns meses, por isso, a sanitização de ambientes de saúde é tão importante: ela pode diminuir os pontos de contaminação dos profissionais de saúde, dos pacientes e dos acompanhantes.

O produto aplicado é capaz de eliminar vírus, fungos e bactérias que já estavam no ambiente. Clínicas, laboratórios, hospitais e consultórios são ambientes que devem estar sempre livres de agentes bactericidas e potenciais microrganismos que podem agravar as condições de saúde de pacientes. Isso é ainda mais importante considerando o início das estações mais frias e a ameaça do coronavírus.

Além da questão viral, o trabalho de sanitização da Desinservice proporciona proteção bacteriológica, garantindo eficiência na prevenção e no combate de infecções.

Outros estabelecimentos de saúde que devem realizar a sanitização são as Unidades de Saúde (postos de saúde), os laboratórios, os consultórios e as clínicas veterinárias.

2. Comércios e Serviços de alto fluxo

Quantas vezes você já foi ao mercado durante a quarentena? E ao banco? Esteve na farmácia?
Esses são os locais mais frequentados e precisam da sanitização para garantir a saúde dos clientes e dos funcionários.
O coronavírus permanece ativo por horas ou dias em algumas superfícies! Inclusive nas embalagens de produtos.

Imagine-se dentro do supermercado: quantas pessoas tocaram no carrinho de compra antes de você? Quantos apalparam as frutas? Quantos tocaram em cada item das prateleiras antes de você colocá-los no carrinho e levar para casa? E na hora do pagamento: dinheiro resulta em troco que já passou por várias mãos, já a maquininha do cartão de crédito foi usada centenas de vezes antes da sua compra.

A sanitização elimina qualquer resquício de vírus, desinfectando todos os elementos tocados pelas pessoas e evitando novas contaminações.
O exemplo do supermercado vale para todos os estabelecimentos em que circulam muitas pessoas interagindo com produtos, mobiliário, equipamentos e com o próprio ambiente.

Outros exemplos de comércio e serviços de alto fluxo que devem realizar a sanitização são pecuárias, pet shops, padarias, farmácias, hotéis, academias e centros comerciais.

Sanitização de Ambientes

A academia pode ficar ainda mais saudável após a sanitização

3. Indústrias

No início da quarentena, somente as atividades industriais essenciais podiam continuar em operação, o que foi flexibilizado posteriormente, permitindo o retorno à produção para os demais setores, com medidas preventivas para zelar pela saúde dos trabalhadores e de suas famílias.

No segmento industrial, a sanitização é uma forma excelente de desinfectar grandes espaços em pouco tempo, com eficiência. Os sanitizantes utilizados pela Desinservice são produtos recomendados pelo Ministério da Saúde pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e não exigem a parada total da produção – a atividade pode ser retomada em pouco tempo após o procedimento.

De todos os segmentos industriais, um dos mais atentos à sanitização é o segmento alimentício, que precisa seguir rígidas regras sanitárias para ter a liberação de comercialização de seus produtos em nível municipal, estadual, federal ou mesmo internacional. Garantir um alimento seguro depende de muitas ações e a sanitização é uma delas.

Mas além da indústria alimentícia, qualquer atividade produtiva pode se beneficiar com a sanitização de ambientes para trazer mais segurança aos seus funcionários e clientes. Uma empresa que não adota medidas preventivas pode amargar prejuízos com a contaminação de sua equipe e a perda da produtividade, além de não cumprir sua responsabilidade social.

SAIBA MAIS: Food Safety – A garantia de um alimento seguro

4. Restaurantes e cafés

Como mencionamos antes, todo o segmento de alimentação, seja indústria, comércio ou serviço, precisa de atenção redobrada a todos os aspectos da segurança do alimento, garantindo que o consumidor receberá um produto livre de contaminação.

Além dessa preocupação, o grande fluxo de pessoas em locas de serviços de alimentação como restaurantes e cafés acendeu o sinal de alerta para o alto risco de contágio do coronavírus.

Estes estabelecimentos são considerados atividades essenciais e, por isso, têm liberação para funcionar mesmo quando outros negócios devem permanecer fechados. Só que as exigências sanitárias para o funcionamento são numerosas, incluindo a sanitização dos ambientes, das superfícies, do mobiliário, dos utensílios e equipamentos.

Para os clientes, frequentar locais que seguem as normas exigidas gera segurança e confiança. Para o negócio, cumprir as normas é uma forma de evitar problemas futuros e fidelizar seus clientes.

5. Residências

Nossa casa é o lugar onde devemos estar seguros!

Só que trazemos para dentro dela muitos elementos externos que podem carregar o coronavírus em suas superfícies: compras de mercado, entregas, produtos da farmácia… sem contar nossas bolsas, mochilas e até a sola do sapato.

Além das medidas de higiene pessoal, a sanitização da sua casa pode ser fundamental para a saúde de todos que vivem nela, já que o procedimento elimina qualquer resquício de vírus, fungos e bactérias que já estava no local, evitando novas contaminações.
Neste período do ano, ela ainda reforça a prevenção ao vírus da gripe e ajuda muito a evitar as alergias e problemas respiratórios típicos da estação!

Cuide da sua saúde e de quem você ama: considere a sanitização dos ambientes da sua casa e também a sanitização de colchões, tapetes e estofados antes do inverno!

Sanitização de Colchões, Tapetes e Estofados

A sanitização de colchões e estofados tem 7 etapas de filtragem

Qual é a frequência ideal para a Sanitização?

O tempo entre os procedimentos depende do volume de circulação de pessoas:

  • Locais com alto fluxo de circulação: sanitizar uma vez por semana;
  • Locais com médio fluxo de circulação: sanitizar quinzenalmente;
  • Locais com baixo fluxo de circulação: sanitizar mensalmente;
  • Residências: sanitizar a cada 3 meses ou em menos tempo.

Nossos especialistas podem ajudar você a estabelecer a frequência de sanitização adequada às suas necessidades.

Por que contratar agora?

Além de garantir saúde e segurança no seu ambiente, o motivo mais vantajoso para contratar hoje mesmo a sanitização de ambientes é porque estamos disponibilizando o serviço pelo PREÇO DE CUSTO.

Em uma campanha inédita para viabilizar o serviço para o maior número de empresas e lares possível, além de garantir a manutenção dos empregos da nossa equipe e manter as compras dos fornecedores, a Desinservice está oferecendo o serviço de sanitização contra o coronavírus pelo preço de custo temporariamente.

Aproveite a oportunidade!

Desinservice possui uma equipe altamente qualificada para a sanitização de ambientes. Nós seguimos rigorosos protocolos de segurança e utilizamos a mais alta tecnologia.

Entre em contato e solicite um orçamento para sanitização de ambientes. Fones: (55) 3028.6888 / (51) 3723.1502. Whatsapp: (55) 99905.3373. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios