(55) 3028.6888 | (51) 3723.1502 | (55) 99905.3373

Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre saúde ambiental.

Ninguém é imune a picada de mosquito, mas algumas pessoas são mais sensíveis que outras. Basta um passeio no campo e pronto: já começa a coceira – somada ao medo de contrair doenças.

Ao contrário da crença popular, isso não tem a ver com “sangue doce”. Os insetos são atraídos pelo cheiro. No entanto, a ciência ainda tenta explica por que alguns indivíduos sofrem ataques com mais intensidade.

O que atrai o mosquito?

Quando você sua, produz mais ácido lático. Essa substância é um verdadeiro perfume para pernilongos. Ou seja: atividades físicas, especialmente ao ar livre, aumentam as chances de ataque de insetos.

Não é desculpa para deixar os exercícios de lado, claro, até porque o organismo exala ácido lático em outras situações. Sem contar que a fêmea do mosquito também rastreia dióxido de carbono (CO2), presente na respiração humana.

Segundo o biólogo Paulo Ribolla, em entrevista à Folha de S. Paulo, a atração de algumas pernilongas pode estar relacionada, ainda, a bactérias e fungos que você tem na pele. Esses organismos alteram o odor característico do corpo, aguçando os sentidos dos bichinhos voadores.

Justamente porque o ataque de pernilongo está ligado ao cheiro, há quem acredite que a alimentação possa afastar o inseto. Dizem que comer alho é bom para evitar picadas. Na verdade, a quantidade necessária para causar um efeito significativo teria que ser muito alta – e aí você espantaria qualquer criatura viva, inclusive pessoas! A informação é da bióloga Maria Anice Sallum, também em reportagem da Folha.

Fato é que, independentemente das causas que levam o mosquito a picar alguém, a reação alérgica varia. Os sortudos mal sentem incômodo. Já indivíduos com alta sensibilidade, devido a fatores genéticos, podem apresentar coceira, vermelhidão e inchaço.

Como evitar picada de mosquito

Existem medidas paliativas para evitar ataques de mosquito. Você pode instalar telas nas aberturas da casa, como portas e janelas, por exemplo.

Aplicar inseticida nos ambientes também ajuda a afastar esses animais. Porém, tome cuidado com o uso incorreto dos produtos. Além de não eliminar infestações, eles podem causar intoxicação, se administrados em quantidade excessiva.

A maneira mais segura de manter um local livre de mosquitos, formigas e baratas é com o controle de pragas urbanas. O serviço, também conhecido como desinsetização, utiliza substâncias de uso controlado. Elas são aplicadas por profissionais capacitados, que passam por treinamento e cumprem normas de boas práticas.

A Desinservice oferece quatro meses de garantia no procedimento de controle de insetos, com assistência técnica durante todo o período. Entre em contato conosco e solicite um orçamento. Fones: (55) 3028.6888 / (51) 3723.1502. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios