Blog Desinservice

Novidades e conteúdo exclusivo sobre saúde ambiental.

Realizar a limpeza de caixa de gordura costuma ser aquela tarefa que causa arrepios só de pensar, não é mesmo? Pois a caixa de gordura é uma das estruturas de alta importância em um imóvel, seja ele qual for. Por isso, apesar de parecer fácil de limpar, não é tão simples assim…

Uma dúvida muito frequente é: “como fazer a limpeza da caixa de gordura corretamente?”. Por isso estamos aqui, para esclarecer tudo sobre esse assunto para você! Adotando os procedimentos corretos, é possível manter a caixa de gordura “novinha em folha”. Traduzindo: deixar a caixa de gordura longe de problemas com entupimento, mau cheiro, retorno do esgoto, escoamento lento do ralo da pia e proliferação de pragas.

Antes de te mostrar o passo a passo para realizar a limpeza da caixa de gordura, é importante entender alguns elementos fundamentais para uma boa limpeza da caixa de gordura. Vamos lá?

Como funciona a caixa de gordura?

Presente em toda a categoria de local, a caixa de gordura é o recipiente que recebe todos os dejetos que descem pelas pias. Restos de alimentos, óleos, gordura e outros materiais. Sua função principal é evitar que a gordura escorra pelos ralos e tenha acesso à tubulação. Caso entupir, a caixa de gordura pode causar problemas variados no local. Visto isso, é essencial ter cuidados preventivos e manutenções periódicas.

Os resíduos de gorduras escoam, por exemplo, durante a lavagem de louça suja, do próprio corpo enquanto se lava as mãos ou toma banho e é coletado pela caixa de gordura. O papel da caixa de gordura é atuar como um filtro, impedindo que a gordura forme resquícios em bloco capazes de causar mau cheiro e entupir o encanamento.

Apesar de você já imaginar, é bom enfatizar que o entupimento da caixa de gordura é uma dor de cabeça em potencial, porque o tanque que armazena a gordura filtrada da água é limitado e pode até transbordar, caso fique entupido.

Por esse e muitos outros motivos citados até agora, é importante realizar a limpeza periódica da caixa de gordura, para que ela sempre funcione perfeitamente.

Saiba mais: Esgotamento de fossa – para onde vão os resíduos?

Quando devo limpar a caixa de gordura?

A limpeza da caixa de gordura deve ser realizada, em média, a cada seis meses. Passando desse tempo, alguns indícios começam a surgir, como: mau cheiro, retorno do esgoto, escoamento lento do ralo da pia e proliferação de pragas. Dependendo dos hábitos dos moradores, a limpeza pode ser realizada até com mais frequência.

Se algum dos indícios começarem a surgir, não importa a data em que a última limpeza foi realizada, será necessário efetuar uma limpeza imediatamente.

Afinal, ela não só representa um grande desconforto, mas também um risco para a saúde de todos no local e para o meio ambiente.

Ao longo desses 10 anos sendo referência em limpeza de caixa de gordura em todo o Rio Grande do Sul, nós descobrimos alguns períodos por categoria de imóvel ideais para a limpeza. Confira:

  • A cada 6 meses para caixas de gordura em residências;
  • A cada 3 meses para as caixas localizadas em apartamentos;
  • A cada 1 mês em bares e restaurantes de pequeno porte;
  • Toda a semana em caso de grandes restaurantes ou locais com muito uso de óleo, ou gordura.

Fique atento ao que não usar para limpar a caixa de gordura!

Como dissemos no começo deste artigo, a principal função da caixa de gordura é evitar que dejetos cheguem à rede principal de coleta. Portanto, não podemos ir contra essa função muito importante.

Ou seja, nunca utilize água quente ou soda cáustica para limpar a caixa de gordura. Isso fará com que a gordura dissolva e escoe com a água para os canos. Porém, ao esfriar, a gordura volta a endurecer, podendo entupir e danificar a tubulação.

Além disso, ao dissolver a gordura, ela acaba escoando com a água e prejudicando toda a rede de esgoto, inutilizando a função da caixa de gordura.

Como limpar a caixa de gordura?

Antes de saber como limpar a caixa de gordura, é preciso começar tendo em mente que as caixas de gordura podem ter diferentes modelos e essa variação certamente irá interferir na rapidez com que a limpeza será feita.

De modo geral, as caixas feitas de PVC são mais fáceis de limpar. O serviço pode ser feito em menos de 30 minutos, conforme o tamanho da sua caixa.

Mas, especialmente em casas antigas, ainda existem as famosas caixas de gordura em alvenaria, que não possuem revestimento. Nesse caso, a forma como limpar a caixa de gordura poderá ser a mesma, porém a limpeza pode levar uma hora ou mais.

A diferença do material de composição é significativa, porque o PVC é liso e impenetrável, fazendo com que a gordura não se acumule e grude nas paredes. Além disso, os encaixes dos canos de sucção são perfeitos, o que facilita também para que a gordura não penetre nos locais errados.

Dadas essas considerações importantes, a forma como limpar caixa de gordura é comum a ambos os modelos, desde a organização até a parte prática.

Para limpar a caixa de gordura é necessário primeiro a proteção pessoal e algumas ferramentas básicas para realizar a tarefa. Tenha em mãos os seguintes itens:

  • Máscara de gás (O cheiro é bem desagradável);
  • Luvas de borracha longas (de preferência até os ombros);
  • Raspador e espátula;
  • Sacos de lixo;
  • Roupas velhas e calçados emborrachados. A gordura dificilmente sai da roupa ou de sapatos, use vestimentas que não possuem mais uso para você;
  • Pé de cabra caso a tampa da caixa seja de alvenaria.

Algumas caixas de gordura são desenhadas para uma limpeza simples e cômoda. Nesses casos basta seguir as instruções do fabricante para limpá-las.

Com tudo em ordem para começar? Vamos lá!

1. Abra o recipiente para limpar

Ao abrir a tampa da caixa de gordura usando a espátula (se for uma tampa de PVC) ou um pé de cabra, você encontrará blocos de gordura grudados nas paredes do recipiente.

Caso a caixa de gordura seja de alvenaria, a desincrustação pode ser um pouco mais difícil. Então, utilize a colher de pedreiro ou espátula até que toda a gordura se desgrude das paredes.

Ah, importante:

Pode ser que você tenha que remover os insetos que podem estar na caixa de gordura. Caso exista, a limpeza deve prosseguir depois da remoção dos insetos.

2. Faça a limpeza da caixa

Use a mão ou uma concha para retirar toda a gordura de dentro da caixa e depositá-las no saco de lixo. É um trabalho sujo, mas, tem que ser feito para que a caixa de gordura volte a funcionar novamente.

Não deixe que a gordura entre para o cano principal!

Use a espátula para retirar a gordura presa na parede da caixa. É importante retirar o máximo de resíduo sólido possível. Assim que houver apenas líquido na caixa de gordura, a limpeza estará pronta e tudo deverá voltar a funcionar como sempre.

Após retirar a gordura, é hora de limpar toda a superfície da caixa (incluindo as tampas laterais) com água em temperatura ambiente, esponja e sabão.

3. Feche a caixa de gordura

Depois de tudo devidamente limpo, você pode reinstalar as peças retiradas da caixa de gordura. Tenha atenção para se certificar de que tudo está em seu devido lugar e confira se a tampa está bem vedada.

Recolocar as peças corretamente é fundamental para que a caixa de gordura continue funcionando perfeitamente e não apresente entupimentos.

4. Anote a data

Uma dica simples, mas muito importante e faz toda a diferença. Tendo ciência da data da limpeza, você saberá quando e como limpar a caixa de gordura. Assim, poderá programar as próximas manutenções sem arriscar passar sufoco em entupimentos.

Como saber se a caixa de gordura está entupida?

Spoilers foram dados ao longo desse artigo, então, vamos ver se sua memória está boa. Conforme foi dito anteriormente, esses são alguns sinais que ajudam a identificar esse problema, como:

  • Mau cheiro do ralo;
  • Resíduos voltando na tubulação e saindo pela pia;
  • Fluxo de água mais demorado;
  • Canos ligados a caixa de gordura borbulhando quando a água desce;
  • Resíduos transbordando pela caixa de gordura.

Como desentupir a caixa de gordura

O processo de desentupimento e limpeza da caixa de gordura são basicamente os mesmos. Então, o que precisamos primeiramente considerar é o motivo do entupimento.

Os mais comuns estão relacionados ao tamanho da caixa em comparação com a quantidade de rejeito gerado. Porém, ter uma caixa de gordura grande não é suficiente se não é realizada uma manutenção periódica.

Dito isso, visto que ocorra o entupimento, é necessário entender o que vem depois. A lentidão no escoamento da água certamente será um dos resultados, mas não é a única consequência do entupimento da caixa de gordura. A saúde dos moradores também pode ser afetada pela presença de microorganismos e proliferação de bactérias.

Outra consequência possível é a proliferação de pragas como ratos, baratas e até escorpiões. Como você certamente não quer que isso aconteça, o recomendado é fazer a limpeza imediata da caixa de gordura.

Saiba mais: Desentupimento – conheça os diferenciais da Desinservice

Busque ajuda profissional

O serviço de limpeza de caixa de gordura é comum atualmente. O trabalho é feito através de sucção por equipamento especializado e um especialista preparado para lidar com qualquer imprevisto que possa acontecer.

Dessa forma, a limpeza é feita de forma rápida e sem nenhum incômodo para os portadores do imóvel onde é realizada a limpeza da caixa de gordura.

A Desinservice possui uma equipe altamente treinada e preparada para lidar com esse problema da melhor forma possível.

Entre em contato conosco e faça um orçamento gratuito. Uma coisa é certa: garantimos excelência no atendimento e no resultado da prestação do serviço.

Ligue ou fale conosco pelo Whatsapp, veja:

Ou entre em contato clicando no botão abaixo e solicite um orçamento grátis!

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar por E-mail
  • Compartilhar no LinkedIn

Posts Relacionados