(55) 3028.6888 | (51) 3723.1502 | (55) 99905.3373

Blog

Novidades e conteúdo exclusivo sobre saúde ambiental.

O uso indiscriminado de inseticidas domésticos representa perigo. Alguns desses produtos chegam a causar reações alérgicas, espirros e dor de cabeça – incômodos ainda piores que uma picada de mosquito.

O problema se agrava quando a opção é por versões inodoras ou de aroma agradável. Sem aquele cheiro forte de antigamente, os consumidores tendem a exagerar na dose e aplicar mais veneno que o recomendado. Pode até não parecer, mas esse hábito traz consequências graves, especialmente para crianças.

Estudo do Instituto de Pesquisa em Saúde e Meio Ambiente de Rennes, na França, ilustra essa questão. Segundo os cientistas, alguns compostos químicos do grupo dos piretroides, presentes em inseticidas, estão relacionados a déficit cognitivo nos pequenos.

Ou seja, há riscos de atraso no desenvolvimento escolar, por exemplo. No longo prazo, as dificuldades na compreensão verbal e na memória acarretam uma desvantagem competitiva nesses indivíduos. Serão pessoas menos preparadas para o mercado de trabalho e a vida em sociedade.

Pragas tornam-se resistentes aos inseticidas

A resistência aos inseticidas é outro problema decorrente do mau uso dessas substâncias. Com o tempo, os animais ficam imunes aos produtos.

Isso ocorre porque as opções encontradas no supermercado agem superficialmente. Elas até eliminam os insetos que estejam à vista, mas não atuam na origem da infestação. Logo, sempre surgem novos invasores no ambiente.

Para combatê-los, o consumidor precisa recorrer ao pesticida com mais frequência. Ainda assim, as criaturas mais fortes sobrevivem, transmitindo sua herança genética aos descendentes. Resultado: cria-se uma colônia de superinsetos resistentes ao veneno.

A solução encontrada por muita gente é recorrer a um químico ainda mais poderoso. Nesses casos, os níveis de toxicidade se elevam e há risco maior de intoxicação. Portanto, a maneira correta de interromper o círculo vicioso é acionando uma empresa de dedetização profissional.

Controle de insetos deve ser realizado por profissionais

O controle de pragas urbanas utiliza substâncias mais concentradas e, por isso, eficientes no combate aos insetos. Porém, as equipes são treinadas para realizar o manuseio de acordo com normas de segurança ambiental. Dessa forma, não há risco de desequilíbrio ecológico, muito menos de prejuízo à saúde das pessoas.

Os profissionais da Desinservice utilizam equipamentos de proteção individual e seguem manuais de boas práticas. Além disso, oferecem garantia de quatro meses, disponibilizando assistência técnica durante todo o período.

O controle de insetos reduz o seu convívio com aranhas, baratas, escorpiões, formigas, pulgas, moscas, mosquitos e traças. Entre em contato conosco e solicite um orçamento. Fones: (55) 3028.6888 / (51) 3723.1502. Atendemos em todo o Rio Grande do Sul.

Orçamentos para Controle de Pragas, Sanitização e Higienização de Reservatórios